Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Estudiosos buscam evidência de pirâmides na Bósnia

Posted by luxcuritiba em outubro 31, 2011

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

04 de agosto de 2007 ]

A onda de calor que atinge a Bósnia não conseguiu impedir que dezenas de pesquisadores dêem prosseguimento às escavações no sítio arqueológico de Visoko, a noroeste de Sarajevo, em busca de pirâmides.

O arqueólogo Semir Osmanagic, um jovem pesquisador e empresário que vive entre Houston, nos Estados Unidos, e a Bósnia-Herzegovina, afirmou pela primeira vez há três anos que perto de Visoko há até quatro pirâmides: do Sol, da Lua, do Dragão e do Amor.

“São objetos colossais que, com certeza, foram construídos por uma civilização mais desenvolvida que a nossa”, disse Osmanagic à Efe, apontando para uma colina de formato triangular, que supostamente cobre a pirâmide do Sol. “Os blocos que formam a pirâmide pesam entre 7 e 8 t, e há alguns com 23 toneladas”, assegura.

Aos pés do monte, as escavações, iniciadas há mais de um ano, revelaram um caminho de grandes lâminas de pedra, ajustadas com precisão, e um túnel, de 150 metros de comprimento, que leva em direção às pirâmides do Sol e da Lua. Segundo a hipótese de Osmanagic, o complexo piramidal se comunica por uma rede de túneis subterrâneos, de uma superfície de entre 25 e 30 quilômetros quadrados.

Os arqueólogos descobriram também grandes rampas de pedra ao pé de duas colinas, que correspondem às pirâmides do Sol e da Lua, que, segundo Osmanagic, “deve ser obra humana”. O pesquisador e seus auxiliares não sabem explicar quem construiu as pirâmides nem quando, mas Osmanagic considera que foi há 12 mil anos.

Esta afirmação levantou dúvidas entre historiadores e arqueólogos bósnios. “O complexo das pirâmides é similar aos do Peru, do México e da Bolívia”, afirma Osmanagic, que recentemente visitou os templos pré-hispânicos peruanos do Sol e da Lua, nas proximidades de Trujillo.

Osmanagic explicou que em todas as estruturas piramidais há a pirâmide do Sol; o dragão, que deu o nome da outra pirâmide de Visoko e significa a sabedoria e a inteligência, enquanto a pirâmide do Amor só existe na Bósnia.

Se as escavações não conseguirem convencer os céticos de que os arredores de Sarajevo guardam o segredo das primeiras pirâmides européias, pelo menos trouxeram progresso a Visoko, uma cidade de apenas 50 mil habitantes. As ruas de Visoko estão repletas de visitantes, tanto bósnios como estrangeiros, curiosos para verem uma pirâmide no coração dos Bálcãs.

Segundo dados da fundação Parque Arqueológico – Pirâmide do Sol, 350 mil pessoas visitaram a cidade em pouco mais de um ano. Foram abertos em Visoko lojas de souvenirs, novos restaurantes e albergues. “Alguma coisa existe ali, e, se for uma pirâmide, será bom para todos nós”, afirmou um dos comerciantes.

O presidente da fundação, Ahmed Bosnic, disse que nos últimos meses vários políticos dos países balcânicos visitaram Visoko e prometeram grandes quantias para dar prosseguimento aos trabalhos de escavação, mas quase tudo não passa de promessas. Os arqueólogos da Bósnia criticam as escavações e a euforia, que consideram pouco justificada.

“Esta história deixou de ser divertida e deveria ser objeto de investigação judicial, porque Osmanagic tenta conseguir dinheiro estatal com mentiras e enganos, e isso é crime”, afirmou em Sarajevo o arqueólogo bósnio Vuk Bacanovic.

Osmanagic, chamado de “faraó” em Visoko, diz que entende “a desconfiança”, mas garante que há pirâmides na cidade. “Isso escreverá novamente a história do mundo”, afirma, determinado a provar sua hipótese. “Em cinco ou dez anos, ninguém se lembrará de suas objeções, então milhões de turistas irão a Visoko para desfrutar dos labirintos das pirâmides bósnias”, ressalta.

fonte: noticias.terra.com.br

Veja também:

Analistas da Unesco vão à Bósnia para investigar pirâmides

Arqueólogos buscam ‘pirâmides ocultas’ na Bósnia

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Uma resposta to “Estudiosos buscam evidência de pirâmides na Bósnia”

  1. […] Estudiosos buscam evidência de pirâmides na Bósnia […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: