Piramidal.net

Pirâmide não é magia. É Tecnologia!

Archive for setembro \26\+00:00 2017

Entenda por que sentimos que o tempo está passando mais rápido

Posted by luxcuritiba em setembro 26, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com


compartilhar

Sensação da passagem do tempo é determinada também pela idade. Outro fator é a quantidade de informações que recebemos.

Estamos na primeira semana de janeiro de 2014 (*), mas até parece que o tempo está passando mais rápido. Segundo os físicos, isso é só aparência mesmo. Tudo ficou muito rápido, em pouco tempo.

Na Guerra do Vietnã, nos anos 70, as imagens iam de avião para serem exibidas no dia seguinte. As cartas demoravam para chegar. Para telefonar era preciso estar em casa ou no trabalho. As notícias, os filmes de Hollywood, tudo demorava a nos alcançar.

Hoje a vida é transmitida ao vivo, temos acesso às informações no exato momento em que elas acontecem. Tanta rapidez e ainda assim nos falta tempo. Ou será que estamos muito acelerados?

A idade é um dos fatores que determinam a sensação da passagem do tempo. Um ano na vida de uma criança de 10 anos significa 10% da sua vida. Para quem tem 40 anos, representa apenas 2,5%. Por isso um ano para um adulto é pouco tempo, comparado com um ano para uma criança.

Além da idade, o físico da USP Claudio Furukawa diz que outras questões aceleram nossa percepção do tempo.

“A quantidade de informações que a gente tem é internet, é celular, é televisão, é rádio e são muitas informações ao mesmo tempo e muitas atividades ao mesmo tempo, então muitas vezes não dá conta de fazer todas as atividades que você queria fazer durante o dia, então pra você falta tempo. Então a questão de faltar tempo é como se o tempo ficasse mais curto”, explica.

Passar um tempo num parque, contemplando a natureza é como voltar para casa, é pulsar no ritmo natural do ciclo da vida. Passar o mesmo tempo dentro de um carro, conversando com 2 ou 3 amigos pela rede social, ouvindo música e prestando atenção no trânsito para não bater o carro são experiências de tempo completamente diferentes. No parque, o tempo passa mais devagar, quem faz várias coisas todas juntas, sente que o tempo voa.

“O homem é capaz de modificar sua relação com o tempo, ele é capaz de encompridar ou diminuir sua sensação de tempo, se você for pro meio da mata sem celular, o tempo vai mudar, você começa a viver o tempo da natureza, um dia será um dia diferentemente do dia numa cidade como São Paulo”, comenta Ari Rehfeld, psicólogo.

Apesar de toda rapidez do mundo moderno as sementes ainda caem no chão, brotam, crescem, dão frutos, geram novas sementes e cada etapa precisa de um tempo certo para que o ciclo da vida continue.

http://g1.globo.com (* Publicado originalmente em 2014)

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos relacionados | Leave a Comment »

Como fechar o cérebro contra distrações

Posted by luxcuritiba em setembro 25, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com


compartilhar

Entrar em alfa

“Entrar em alfa” é uma expressão bem conhecida, significando atingir um estado mental de tranquilidade e paz. Mas o fato é que as ondas alfa têm sido praticamente ignoradas pelos cientistas.

Só muito recentemente é que os neurologistas passaram novamente a dar atenção a essas “emissões” específicas do cérebro. Isso porque, além da concentração, essas ondas parecem ter importância crucial nas formas como lidamos com o estresse e com a ansiedade.

Frequências das ondas cerebrais

A atividade elétrica dos grupos de células cerebrais resulta na emissão de ondas cerebrais de diferentes frequências, ou amplitudes.

As chamadas ondas alfa – uma onda cerebral lenta, com um ciclo de 100 milissegundos (ms) – desempenha um papel fundamental na atividade cerebral. Seu principal papel parece ser suprimir atividades irrelevantes.

A hipótese mais aceita atualmente é que as ondas alfa estão associadas com impulsos de inibição no cérebro – em contraposição aos impulsos de ativação – emitidos a cada 100 ms.

Prevendo e evitando as distrações

O que não se sabia é que, quando informações que causam distração podem ser previstas antecipadamente, há um aumento na potência das ondas alfa pouco antes do acontecimento efetivo desse elemento de distração.

A descoberta foi feita por Mathilde Bonnefond e Ole Jensen, da Universidade Radboud Nijmegen, na Holanda.

Mais do que isso, eles descobriram que o cérebro é capaz de controlar precisamente a emissão das ondas alfa de modo que o impulso de inibição esteja na potência máxima quando o fenômeno de distração ocorre.

Ou seja, quando a pessoa espera a ocorrência de algo que tende a tirar sua concentração, seu próprio cérebro se encarrega de emitir ondas de “tranquilização”, para evitar a distração.

“É como se uma porta se abrisse rapidamente para permitir ver o que está acontecendo lá fora. Isso nos permite detectar um evento inesperado, mas importante ou perigoso. Mas, para evitar ser distraído por uma informação completamente irrelevante, é melhor se a inibição estiver ativa apenas quando um distrator surge. Isso pode ser visto como um mecanismo de fechar a porta do cérebro para intrusos,” afirmam os pesquisadores.

Fechando o cérebro

Os pesquisadores projetaram uma experiência em que a precisão na capacidade de suprimir informações irrelevantes era crucial para o desempenho dos voluntários.

Os indivíduos foram treinados para fazer uma tarefa de memória em um ritmo muito rigoroso.

No experimento, os intervalos entre os distratores eram sempre os mesmos, de modo que os participantes podiam antecipar o momento em que eles surgiriam.

Aqueles que foram capazes de sincronizar a sua atividade alfa com o ritmo em que elementos de distração irrelevantes surgiam tiveram a maior pontuação na tarefa.

Mas tudo ocorre por um processo que é totalmente inconsciente.

Os pesquisadores presumem que a capacidade de ajustar a atividade alfa para uma distração iminente pode desempenhar um papel importante quando nós avaliamos ativamente o meio ambiente.

As ondas alfa eram mais fortes antes dos distratores fortes do que antes dos distratores fracos, confirmando que estas ondas “fecham” nosso cérebro para informação perturbadoras.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos relacionados | Leave a Comment »

Volume Útil da pirâmide

Posted by luxcuritiba em setembro 21, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Para ter a melhor e maior eficiência nas experiências com pirâmides, quando realizo meus experimentos, tento sempre considerar o “Volume Útil” da pirâmide, que corresponde a 5% do volume total da estrutura. Encontrei esta informação em um dos vários livros que li a respeito, não me recordo qual, e desde então tenho aplicado isso.

É conhecimento comum que o local de maior concentração de energia dentro da pirâmide é a chamada Câmara do Rei, no centro da pirâmide a 1/3 da altura. Mas qual a CAPACIDADE de uma pirâmide em desidratar amostras, no caso da realização de experiências? Pirâmide não é mágica, é tecnologia, ao contrário do que os radiestesistas em geral costumam afirmar (que pirâmides grandes ou pequenas canalizam o mesmo potencial energético), o meu entendimento é que a capacidade ou potencialidade de uma pirâmide é diretamente proporcional ao seu tamanho, ou volume. Se uma pirâmide for pequena demais, ou a amostra utilizada no experimento for grande demais, em proporção ao tamanho da pirâmide, a estrutura simplesmente não terá potência suficiente pra desidratar (mumificar) a amostra, como aconteceria com qualquer dispositivo tecnológico que você utilize além da capacidade para o qual ele foi projetado.

Respeitando o limite de volume útil de 5% você garante ter sempre máxima eficiência e melhores chances de resultado positivo ao realizar experiências com pirâmides. Segue as medidas e proporções de volume útil para as pirâmides mais comuns:

Esquemático para uma pirâmide de 150cm de altura (1,5m)

Em uma pirâmide qualquer, para efeitos práticos, o volume útil pode ser considerado como um esfera cujas dimensões correspondam a um volume (da esfera) proporcional ao volume útil da pirâmides. No caso de uma pirâmide com 1,5m de altura (150cm) esta área de máxima concentração de energia corresponde a uma esfera de aprox. 63,22cm de diâmetro, como é ilustrado na figura abaixo:

Esta é a região, dentro da pirâmide de 1,5m de altura, onde o efeito esperado terá sua maior manifestação. Isso não significa que fora desta região não há concentração de energia, poisem qualquer parte, dentro da pirâmide, há grande concentração de energia. Porém o ponto sabidamente de maior potencial energético é o foco que fica a 50cm da base da pirâmide. Entendo que que a partir desse foco o potencial energético se reduz gradativamente, de tal forma que, fora da área delimitada a concentração de energia é, se comparada ao ponto central, consideravelmente menos intensa.

Portanto, se você pretende realizar uma experiência, como a mumificação (desidratação) de amostras orgânicas, é melhor colocar as amostras respeitando a proporção indicada nesta página. Se colocar uma amostra grande demais em proporção com o tamanho de pirâmide que você está utilizando, ou fora da zona de maior concentração de energia dentro da pirâmide, a chance de obter sucesso e a amostra se desidratar sem estragar reduz proporcionalmente, quanto mais longe do principal foco de energia da pirâmide a amostra estiver menor será a change de a energia da pirâmide ter efeito notório sobre ela.

Creio que é desnecessário lembrar que exatamente os mesmos princípios e considerações feitos aqui para as experiências de desidratação de amostras valem para outras práticas em geral na utilização de pirâmide, seja para fins terapêuticos ou qualquer outro. Se você quer o melhor resultado possível é bom ter em mente e utilizar a área demarcada como ilustrado na figura acima, e demais proporções para outros modelos e dimensões de pirâmides, conforme mostrado na tabela abaixo:

Tabela para as demais medidas e proporções:

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos sobre pirâmides | Leave a Comment »

Sol explode de novo e pode aquecer alta atmosfera e causar apagões

Posted by luxcuritiba em setembro 9, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Surto magnético está provocando várias explosões solares

O Centro de Radioastronomia e Astrofísica Mackenzie (CRAAM) da Universidade Presbiteriana Mackenzie registrou entre os dias 4 e 6 de setembro um período de atividade importante do sol. Se trata do crescimento rápido do tamanho e da complexidade magnética de uma das regiões ativas presentes na superfície solar.

De acordo com o cientista Jean Pierre Raulin, uma região do sol decuplicou o seu tamanho nas últimas 48 horas, o que causou uma série de surtos solares. O primeiro surto ocorreu na terça-feira, 4/09, quando uma grande quantidade de massa solar foi ejetada. A massa irá viajar pelo meio interplanetário até atingir a Terra entre os dias 6 a 8 de setembro, quando poderá acontecer os efeitos na nossa atmosfera terrestre. Essa atividade afetará nosso cotidiano?

“Depende da estrutura e da configuração magnética da nuvem ejetada. No pior dos casos, poderá haver uma tempestade geomagnética com potencial para afetar redes de distribuição de energia elétrica localizadas em altas latitudes. No Brasil, por exemplo, o risco é um pouco menor, podendo trazer apagões e perturbações nas telecomunicações”, conta o cientista da CRAAM Jean Pierre Raulin.

Um outro evento 50 vezes maior, oriundo da mesma região ativa solar, ocorreu em 6/09, às 12h02 (Tempo Universal). Nesse caso, o efeito da radiação que chega a Terra em 8 minutos é quase imediato. Efeitos adicionais, retardados entre 1 e algumas horas, podem acontecer devido a prótons energéticos acelerados no Sol e viajando na direção ao nosso Planeta.

Possíveis efeitos incluem o aquecimento da alta atmosfera, o que dificulta o controle da trajetória de satélites, e falhas ou blecautes nas comunicações na banda HF. Os eventos foram registrados pelos instrumentos do Observatório Solar Mackenzie na sede do CRAAM, e pelo Telescópio Solar para ondas Submilimétricas (SST) operando na Argentina e controlado em tempo real desde a Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Além do SST, os instrumentos responsáveis pela detecção são o telescópio solar H-alpha, que registrou um clarão intenso e brilhante na região 12673, e a câmera infravermelha em 30 THz Jean Pierre Raulin é doutor em Física, professor e pesquisador de radioastronomia e explosões solares da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É membro da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), da Royal Astronomical Society (RAS) e da International Astronomical Union (IAU).

Lembre das outras vezes nas quais o Sol teve um surto de explosões:

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos relacionados | 1 Comment »

11 dores ligadas ao seu estado emocional

Posted by luxcuritiba em setembro 6, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Especialistas explicam porque as inseguranças, medos e sobrecargas do dia a dia podem deixar o corpo cheio de dores

Você já parou para pensar se aquela dor nas costas ou a dor de cabeça persistente possa ter origem no seu estado emocional? Sim, isso é possível acontecer, como explica a psicóloga Rita Calegari, da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo:

“Nosso corpo é um sistema único – a parte física e a emocional não estão desassociadas uma da outra – o que afeta o corpo mexe na emoção, o que afeta a emoção, mexe no corpo”.

A dor funciona como um mecanismo do corpo para passar uma mensagem, mostrar que algo não vai bem.

“Sem a dor, nós prejudicaríamos muito mais nosso organismo pelo simples descuido. Imagine as luzes do painel do carro que mostram quando a gasolina chegou na reserva, quando o motor está superaquecido, o óleo baixo, etc. Esse recurso mostra a tempo o que deve ser corrigido antes de nos colocarmos em risco. A dor é o nosso ‘sinal luminoso’ para prestarmos atenção”, conta Rita.

Quando a causa de uma dor é investigada, o especialista avalia vários sistemas que podem influenciar no seu surgimento. Por meio de exames, as possibilidades vão sendo descartadas até que se chegue ao diagnóstico.

“Doenças podem ter diversas origens: vírus, bactérias, hereditariedade, processos inflamatórios, acidentes, alergias, poluição, má alimentação, mau uso de medicações e também estados emocionais nocivos. Somente uma boa consulta médica irá diagnosticar a causa da dor com segurança”, reforça a psicóloga.

Como o estado emocional pode influenciar na saúde?

Na presença do estresse, os músculos ficam tensos, causando dores específicas. A tensão, por sua vez, aumenta o cortisol no sangue, alterando o ritmo cardíaco. “Tudo isso altera o organismo de uma forma geral, inclusive a musculatura, ficando tensionada e refletindo-se em dor. Além disso, a pessoa com alteração emocional e deprimida tende a manter uma postura errada e acaba não realizando exercícios, ocasionando assim dores musculares”, ressalta Carlos Górios, ortopedista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

O processo inflamatório desse tipo de dor é diferente da reação do corpo após um trauma físico.

“O processo inflamatório causado por fatores emocionais está relacionado a alterações hormonais e erro de postura, enquanto que no outro caso pós-traumático ocorre uma resposta fisiológica do organismo ao dano tecidual ou alguma outra situação, como infecção. Esse envolve células do sistema imune, levando a vasodilatação como resposta vascular, aumento da permeabilidade vascular levando à edema, aumento da pressão do tecido causando dor”, explica Górios.

Como essas dores se manifestam

A região cervical, torácica e principalmente a lombar são as mais afetadas. Isso se dá porque a coluna é responsável pela sustentação do corpo e por isso as costas acabam recebendo uma carga maior em situações de estresse e alterações do emocional.

“Outro músculo que pode ser afetado é o músculo psoas, que liga a coluna vertebral às pernas. Em situação de alteração emocional, com descarga de adrenalina, esse músculo é tensionado, dificultando a postura e causando dor nas costas. Essa região é chamada de ‘músculo da alma’, segundo a medicina oriental”, revela ele.

A psicóloga destaca que a tensão emocional pode ser provocada pelos mais diversos âmbitos da vida, como trabalho, casamento, família, entre outros. “Alterações no ciclo vital, como mudanças nas fases comuns da vida, mas que acarretam sofrimento, como a morte de alguém querido, também são capazes de criar essas dores”, conta Rita. Confira algumas dores que podem surgir por causa do seu estado emocional e os motivos comuns que podem desencadeá-las, de acordo com a psicóloga:

1. Dor de cabeça
Tensão emocional e muitas preocupações. Pessoas que pensam demais e realizam pouco. Amargura com alguma recordação de eventos passados, entre outros.

2. Dor no pescoço/nuca
Forte tensão emocional, conflitos entre a razão e os sentimentos, entre outros.

3. Dor nos ombros
Sobrecarga de tarefas, tensão emocional, timidez, medo, insegurança, entre outros

4. Dor nas costas
Medo, desamparo, insegurança, sobrecarga de tarefas, tensão emocional, entre outros.

5. Dor na lombar
Sobrecarga de tarefas, tensão emocional, medo, insegurança, entre outros.

6. Dor nas mãos
Sobrecarga de tarefas, tensão emocional, medo, insegurança, entre outros.

7. Dor nas articulações
Sentimento de impotência, grande tensão emocional, medo e tristeza. Rigidez de pensamentos, inflexibilidade, entre outros.

8. Dor muscular
Tensão, energia acumulada, tristeza, medo, raiva, conflitos existenciais, entre outros.

9. Dor de estômago
Tensão, irritabilidade, conflitos insolúveis, mágoa, raiva, nervoso, entre outros.

10. Dor nos quadris
Sobrecarga de tarefas, tensão emocional, medo, insegurança, entre outros.

11. Dor nos joelhos
Sobrecarga de tarefas, tensão emocional, medo, insegurança, entre outros.
Formas de tratamento

A terapia desse tipo de dor deve contar com uma abordagem multidisciplinar, que pode incluir médico, psicólogo, fisioterapeuta, educador físico, além de outros profissionais.

“O tratamento medicamentoso inclui analgésicos e anti-inflamatórios, ‘antidepressivos’ (que na verdade seriam melhor denominados como moduladores de serotonina e noradrenalina), anticonvulsivantes e opióides”, conta a psiquiatra Milene Busoli.

Ela também destaca a atividade física como um fator essencial para a recuperação.

“Em geral, atividades na água, pilates ou atividades mais intensas, desde que supervisionadas. Outros tratamentos incluem fisioterapia, acupuntura e massagem. A terapia em geral visa a adaptação e aceitação do quadro, e enfrentamento dos medos relacionados a atividade, retorno ao trabalho, bem como a sensação de culpa e inadequação”, finaliza.

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos relacionados | Leave a Comment »

Tetrahedron, o super iate que pode flutuar acima do nível da água

Posted by luxcuritiba em setembro 3, 2017

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

O protótipo foi desenvolvido pelo arquiteto britânico Jonathan Schwinge

O arquiteto britânico Jonathan Schwinge projetou um super iate capaz de flutuar acima do nível da água com extrema facilidade. A embarcação, que mais parece uma nave alienígena de uma galáxia distante, tem potencial para revolucionar a navegação em todo o mundo.

Cansado da arquitetura naval tradicional, Schwinge buscou inspirações na geometria para projetar o Tetrahedron. O nome se origina do tetraedro, um poliedro composto por quatro faces triangulares, sendo três delas encontradas em cada vértice. Simplificando: uma pirâmide triangular.

Tetrahedron, o iate flutuante

A forma do tetraedro produz um “telhado” puro, preciso, lógico e matemático que se conecta diretamente ao casco. Como resultado desta configuração, o super iate é capaz de desafiar a gravidade e flutuar sobre as águas, alcançando uma velocidade superior à da maioria de seus pares.


Enquanto os iates mais velozes do mundo conseguem chegar a 27 nós, o Tetrahedron poderia navegar com uma velocidade máxima de 30 nós (em torno de 55 km/h). A embarcação possui ainda uma autonomia para até 3.000 milhas náuticas (em torno de 5.556 km).

Quando está parado ou em baixa velocidade, o Tetrahedron flutua em três cascos inferiores. Já quando está em alta velocidade, a embarcação se levanta da água graças a um conjunto profundamente submerso de hidroplanos anexados a um pilar central.


A tecnologia envolvida na elevação do iate é chamada de HYSWAS (Hydrofoil Small Waterplane Area Ship), integrando um suporte vertical retrátil fixo ao casco de torpedo submerso. A técnica permite que o Tetrahedron elimine as batidas em águas turvas e acabe, inclusive, com o enjoo dos passageiros.

A técnica não é nova e vem sendo utilizada por diversas empresas, como a construtura naval americana Maritime Applied Physics Corporation, sediada em Baltimore, no estado de Maryland. Contudo, Jonathan Schwinge conseguiu ressignificar o conceito e elevá-lo para um novo patamar.

O super iate futurista tem também um sistema de piloto automático. O mecanismo controla a arfagem (pitch, em inglês), que consiste no movimento em torno do eixo horizontal – semelhante ao “levantar e abaixar o nariz” dos aviões – e o afundamento do barco (heave, em inglês).

O arquiteto britânico Jonathan Schwinge está trabalhando nos detalhes do projeto para torná-lo uma realidade em breve. Ele pretende se dedicar integralmente para aprimorar tanto o design quanto as funcionalidades do super iate.
Será Tetrahedron o futuro da navegação nos lagos, rios, mares e o oceanos de todo o mundo?

https://futuroexponencial.com/tetrahedron-super-iate/

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Posted in Textos relacionados | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: