Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Experiências com pirâmides e lâminas de barbear feitas pelos russos

Posted by luxcuritiba em abril 21, 2013

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

DrV-ar3

O objectivo da experiência foi a mensuração de mudanças  na não-uniformidade de superfície da amostra (seu polimento, acabamento ou afiação), que esteve no ressonador durante 30 dias.

O ressonador foi feito de duas placas retangulares idênticas, de vidro orgânico (transparente na banda espectral óptica visível e com as dimensões da placa de 20 cm x 16,5 cm e 3 mm de espessura), que foram alinhadas e coladas ao longo de um dos lados. O ângulo de inclinação de cada uma das placas em relação à horizontal foi de 52 graus. Assim, na secção perpendicular à linha de ligação das placas, o ressonador tinha a forma de um triângulo.

As dimensões da base do triângulo a = 20 cm e a altura H = 12,7 centímetros, satisfazem a relação a/h = pi/2. O ressonador foi colocado sobre uma superfície horizontal, de madeira polida, sem quaisquer objetos a uma distância de cerca de 70 cm. A aresta superior do ressonador (a linha de colagem das placas) foi orientada ao longo da linha Norte-Sul e, portanto, uma placa com face voltada para o Leste e a outra para o Oeste. Um suporte de madeira de 4,5 centímetros de altura, com uma área de seção transversal de 1 cm x 1 cm, foi colocado no centro do dispositivo de ressonância e a amostra a ser testada foi colocada sobre o suporte.

Fig_3A investigação foi relacionada com a ponta (fio) de uma lâmina de barbear. Antes de colocar a lâmina no ressonador, uma pequena amostra de referência foi cortada. A lâmina foi colocada sobre o suporte dentro do ressonador de modo que o eixo da lâmina ficasse orientado ao longo da linha Norte-Sul. Foram estudadas lâminas produzidas por quatro empresas diferentes. A observação da estrutura da ponta de corte da amostra de referência e da amostra submetida ao teste foi realizada por microscópio eletrônico de varrimento JSM-35 (Japão). O tempo de exposição durou 30 dias.

Os fragmentos da borda de corte de uma das amostras (uma lâmina “Gillette”) são apresentados para comparação na foto ao lado. As amostras de teste e de referência, micrografias a e b, respectivamente. A foto mostra que a estrutura do fio da lâmina que ficou dentro do dispositivo ressonador é bem perceptível, substancialmente mais lisa do que na amostra de referência. Note-se que a pressão, temperatura, umidade, etc., não podem fazer quaisquer alterações na estrutura morfológica das amostras usadas no ensaio, e que ambas estiveram separadas por uma distância de 1,5 metros, sendo as duas amostras colocadas nas mesmas condições atmosféricas.

http://www.gizapyramid.com/DrV-article.htm

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s