Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Diferentes visões da incorporação

Posted by luxcuritiba em dezembro 29, 2012

por: Felipe Campos

incorporaçãoNão é segredo para ninguém que a incorporação é algo inerente ao ser humano e não pertencente a nenhuma religião, ato natural do ser humano desde tempos remotos por meio de transes ou possessões, cada religião denomina ou a explica de uma forma, e a algum tempo me interessei em entender o que se fala da incorporação, não apenas no âmbito religioso mas também no cientifico. Depois de muito ler e tentar internalizar tudo que vi e li, tive uma conversa com meu querido preto velho Pai Joaquim de Angola e tive uma visão um pouco mais explicativa e didática de como se passa a incorporação e o porque nem todos os médiuns são médiuns de incorporação.

Primeira ponto para entendermos como se processa a incorporação é entendermos um pouco sobre o funcionamento dos chakras, principalmente os superiores. Sempre nos foi dito que a incorporação se dá pela parte traseira do chakra frontal, localizado na região na nuca, sempre nos dizem que os guias nos tomam por esta parte traseira, agora vamos explicar como funciona essa incorporação.

No centro do nosso cérebro possuímos uma glândula chamada de pineal, ela é a principal glândula mediúnica de nosso corpo, e é constituída de cristais de apatita, esse é justamente o fato que causa a incorporação, com diversos estudos, se identificou que médiuns de incorporação possuem uma quantidade elevada de cristais de apatita na glândula pineal, por isso, ou o médium é de incorporação ou não, pois, ou ele nasce com mais cristais ou não, já que estes cristais não são produzidos no decorrer da vida.

Agora vamos falar um pouco sobre física e química, tudo que existe no universo até onde sabemos, inclusive a matéria é constituído de átomos, e a superfície dos átomos são constituídos de elétrons, ou seja, tudo possui a constituição de elétrons, e sabemos que quando tentamos unir dois elétrons, eles se repelem.

O campo energético de nossos guias espirituais é um campo eletromagnético, pois, também possui elétrons, e quando ele se aproxima do nosso campo que igualmente é constituído de elétrons, sentimos o corpo hora arrepiar, hora tremer ou qualquer outro sentimento peculiar, isso porque estamos sentindo a força dos campos se chocando e se repelindo, por isso, nessa hora, ouvimos tanto nosso Pai ou Mãe de Santo nos dizer “firma a cabeça”, que nada mais é do que, se concentra, limpe o seu campo mental, pois assim você conseguira diminuir sua frequência energética e reduzir seu campo eletromagnético, fazendo com que seu guia consiga aproximar o campo dele de você.

Quando ele faz isso envia “sinais eletromagnéticos” para o centro de nosso cérebro (glândula pineal) essas ondas eletromagnéticas se chocam com os cristais, que também são constituídos de elétrons, logo se repele, as ondas então são jogadas para outro cristal, que faz o mesmo processo e repele esta onda para outro cristal, sucessivamente isso acarretará na prisão desta onda dentro da glândula pineal, e com essa onde presa o cérebro terá tempo suficiente para interpretar o que significa este impulso eletromagnético, e tomara a atitude devida refletida no corpo humano.

Funcionam num mecanismo parecido com a televisão, ondas enviadas decodificadas e transformadas em imagem, ou seja, o guia envia a onda, que é decodificada pela glândula pineal e reflete na ação (imagem) que nada mais é a ação de andar, falar, gesticular, e é desta forma que nossos guias tomam nosso mental e por consequência controlam os movimentos de nossos corpos, através de impulsos eletromagnéticos.

Neste processo caso a gente se distraia por qualquer motivo, corremos o risco de perdermos a vibração e elevarmos novamente nosso campo eletromagnético, isso ocasiona repelência do campo de nosso guia, que explica o tremor para desincorporação e o porquê da aparente briga entre médium e guia quando este é iniciante.

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

Uma resposta to “Diferentes visões da incorporação”

  1. Longe de questionar a veracidade do texto gostaria de acrescentar que os cristais de apatita não são exclusivos da região supra-citada no cranio. A título de esclarecimento, citaria o fato de que o esmalte de todos os dentes tem em sua constituição a hidróxi-apatita. Por conseguinte caberia uma certa cautela ao afirmar sobre o possivel efeito de caixa de ressonancia frequencial atribuido à região onde a glandula pineal estaria alojada,ou seja, a cela turcica, já que na propria arcada dentária existe uma massa de apatita muito maior.
    Respeitosamente,
    Marcos Borges

    Resposta:
    Oi Marcos

    Muito grato por sua participação. De fato, esta informação é bastante útil. Pessoalmente falando, considerado um pouco apressado afirmar que a glândula pineal é a conexão entre corpo físico e algum suposto espírito, mente imaterial, corpo astral, enfim. Sua colocação vem corroborar com minhas dúvidas a respeito desta teoria. Vou estudar melhor o assunto. Acredito sim que há mais em nós do que simples corpo físico. Mas também acho que a ciência humana ainda está longe de descobrir o elo de ligação.

    Abraço
    Zhannko

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: