Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Experimentando o Zapper

Posted by luxcuritiba em maio 24, 2012

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

[07-04-2012]

Estisve experimentando o Zapper que o Marco me emprestou. Segue minhas impressões:

Na primeira aplicação o que percebi foi uma ativação clara do chacra frontal, principalmente. Algum tempo depois, também percebi uma ativação do chacra da planta dos pés, e de uma maneira mais fraca e quase imperceptível, ativação dos chacras das palmas das mãos. Essa sensação de ativação dos chacras frontal e da planta dos pés é identica a sensação que tenho quando vou fazer minhas caminhadas no parque, para me reenergizar. Então, deduzo que isto seja algo positivo.

Porém, percebi já na primeira aplicação uma leve dor de cabeça. Nada que incomode muito, mas também nada que seja agradável. No começo achei que fosse apenas impressão minha, mas isso se manteve na maioria das aplicações posteriores. Entendo que isso não seja muito positivo. Talvez o aparelho coloque sobre o metabolismo do corpo um excesso de energia.

A primeira coisa que percebo ao iniciar a aplicação é um formigamento no local onde está colocado o eletrodo, no meu caso, nos pulsos. Estou usando eletrodos de eletrocardiograma (ECG) descartáveis. A saída positiva do Zapper eu ligo no braço direito, e a negativa no braço esquerdo. Esse formigamento me deixou um pouco preocupado, porque ao ler as instruções da embalagem dos eletrodos consta que, dependendo do uso (de eletrocardiograma no caso) é possível que haja queimadura por frequencia de rádio no local onde é aplicado o eletrodo.

De fato, na terceira vez que utilizei o aparelho, fazendo duas seções, uma pela manhã e outra a noite (não retirei os eletrodos, pois na embalagem consta que os mesmos devem ser substituídos apenas após 72 horas), ao retirar o eletrodo do braço esquerdo percebi que havia uma leve queimação da pele no local onde estava o eletrodo. Aparentemente é preciso tomar cuidado para não acabar com uma overdose ao se usar o Zapper.

Eletrodos ECG após aplicação do Zapper.

Também percebi que há uma diferença entre os eletrodos após a aplicação do aparelho. O eletrodo da direita (positivo) se mantem no estado original, de um tom cinza. Já o eletrodo da esquerda (negativo) fica um pouco mais claro e com uma auréola marron claro meio alaranjada, dando a impresão que oxidou. Se houve realmente alguma oxidação não há problema, pois há um gel condutor que cobre a parte metálica do eletrodo, evitando contato direto com a pele. (Veja a foto anexa)

Nos testes monitorei a frequencia cardíaca para identificar se havia alguma alteração, antes, durante ou depois da aplicação. Não percebi nenhuma alteração significativa.

Hoje resolvi monitorar também a resistência da pele em ohms, medida com um multímetro analógico, no mesmo local de aplicação dos eletrodos. O resultado foi interessante. Aparenntemente o uso do aparelho implica um carregamento de energia elétrica no corpo, que tende a diminuir a resistência da pele à passagem de corrente elétrica. Parece que o corpo é carregado eletricamente como se fosse uma bateria, e a cada aplicação do Zapper, o corpo é carregado um pouco mais. (Veja os dados abaixo)

Isso combina com o fato de que, a cada seção de 7 minutos a sensação de formigamento fica um pouco mais fraca, provavelmente por causa de uma desensibilização do  corpo à passagem da corrente elétrica fornecida pelo aparelho, decorrente da carga elétrica armazenada no corpo. Não sei até que ponto isso possa ser considerado positivo ou negativo, mas tendo a acreditar que não seja muito bom.

Conversei com o Marco sobre a informação divulgada pela net, que apezar da dr. Hulda ter criado o Zapper a fim de curar doenças, dentre elas AIDS e câncer, ela própria veio a falecer de câncer. Ou seja, o aparelho não pode curar sua própria criadora. O Marco me falou então do trabalho do Geraldo Medeiros Jr. sobre Bioenergopatia. Segundo o Marco, baseando-se nos trabalhos do Geraldo, após cada seção com o Zapper é preciso fazer um “descarrego”, colocando os pés em uma bacia com sal. Isso é necessário para eliminar o excesso de energia. Depois de fazer as leituras de hoje (sábado), com o multimetro, com certeza isso faz muito sentido.

A ação do aparelho é inconfundível, pois cada vez que o aparelho começa a funcionar eu percebo um pequeno choque nos pulsos, e na sequencia o formigamento no local. Curiosamente, ao final de cada seção de 7 min., quando a aparelho pára de passar a carga, eu percebo outro pequeno choque, um pouco mais forte até do que o inicial. Talvez isso seja característica do funcionamento interno do circuito do aparelho. Medindo a carga do aparelho com multímetro verifiquei voltagem de apenas 3 volts, o que em tese não é suficiente para dar choque algum. No corpo do aparelho está impresso de 9V a 16V, sendo 9V o padrão. Em outro momento faço a medição com um multímetro digital, talvez o multímetro analógico não esteja registrando o valor correto devido à frequencia de operação do aparelho, que tenho utilizado na faixa de 33.000 Hertz (em tese).

Enfim, seguem os dados e registros de meus testes. Por seção completa leia-se: 7 min. de aplicação do Zapper, 15 min. de descanço (o aparelho pára de emitir a frequencia, mas continua ligado), mais 7 min. de aplicação, mais 15 min. de descanço, e finalmente mais 7 min. de aplicação. O aparelho faz essa sequencia sozinho e no final desliga automaticamente.

– Sexta-feira: 3 “seções” de 7 min. seguidas
– Segunda-feira: 1 seção completa
– Quinta-feira: 2 seções completas, uma pela manhã e outra pela noite
– Sexta-feira: 1 seção completa
– Sábado: 1 seção completa

Leitura da resistência da pele em ohms, na escala de 1k (1.000 ohms), no multímetro analógico:
– Inicial: entre 200 e 1.000
– Após a primeira aplicação de 7 min.: 60 (depois de 10 min. subiu para 100)
– Após a segunda aplicação de 7 min.: 15 (depois de 10 min. subiu para 20)
– Após a terceira aplicação de 7 min.: 9 inicial e subiu rapidamente para para 15 (depois de 10 min. subiu para 19)

[Atualização em 24-05-2012]

Pulseira anti-estática.

Continuando os testes com o Zapper.

A fim de facilitar um pouco as aplicações com o Zapper, adquiri uma pulseira anti-estática para substituir os eletrodos de ECG. Além dos eletrodos serem descartáveis eles precisam ser grudados na pele e depois para desgrudá-los pode dar algum trabalho. A pulseira anti-estática é colocada em torno do braço, perfeitamente ajustável, pois é elástica e tem uma placa de aço inox para contato elétrico com pele. Além disso, a pulseira anti-estática é mais parecida com a pulseira que vem originalmente com o aparelho.

Marcas de queimadura no pulso esquerdo.

Achei que isso facilitaria o uso do Zapper e era uma idéia promissora. Na prática, porém, tive algumas dificuldades. Já havia comentado antes que era perceptível uma leve queimadura na pele, no local onde era colocado o eletrodo de ECG. Ao usar a pulseira o resultado não foi apenas uma leve marca sobre a pele mas uma verdadeira ferida, aparentemente provocada pela descarga elétrica do aparelho sobre a pele. Segue algumas fotos para observação.

Comecei usando a pulseira no pulso do braço esquerdo. Depois de perceber as queimaduras no pulso (tres pontos de queimadura que podem ser observados na foto) achei melhor não usar mais a pulseira no pulso para não agravar ainda mais a lesão. Na segunda seção coloquei a pulseira mais para cima, próximo ao cotovelo. Após uma seção com o Zapper também surgiu um ponto de queimadura no local onde havia contato elétrico com a pele.

Marca de queimadura no braço (antebraço) esquerdo.

Na terceira seção resolvi inverter os aparatos, colocando a pulseira anti-estática no braço direito, e o eletrodo ECG no braço esquerdo. Isso parece ter resolvido o problema com queimaduras. Fiz diversas seções assim e não houve mais queimaduras na pele.

Não faço idéia porque as queimaduras acontecem somente no pólo negativo ligado ao braço esquerdo. Fiquei de fazer testes invertendo a polaridade, colando o pólo negativo no braço direito, mas ainda não tive tempo para fazer isso.

Também fiz um teste ligando o Zapper num copo de água, aplicando uma seção e depois medindo o pH da água com fitas de papel. Não percebi nenhuma diferença significativa entre a água antes e após a aplicação do Zapper. Na sequencia vou fazer a mesma medição com água retirada de um dos parques da cidade. Imagino que esta água deva estar cheia de microorganismos e talvez, com a aplicação do Zapper e eventual morte desses microorganismos o pH da água mude de forma a ser percebido pelas fitas de medição.

Fitas de medição de pH. À esquerda, antes da aplicação do Zapper, à direita, após a aplicação do Zaaper.

Também estou trabalhando num software zapper. A idéia é criar um programa de computador que replique o funcionamento do Zapper. Assim, qualquer um que tenha um computador poderá fazer aplicações de Zapper, bastando para isso usar um pequeno adaptador na porta paralela (conector para impressa) ou na porta USB do computador, para dar saída para os pulsos elétricos que serão levados aos braços por meio de fios e conectores adequados para isso, talvez duas pulseiras anti-estáticas, uma em cada braço, ainda estou estudando essa possibilidade. O programa simulará as frequências do Zapper, na faixa de 30 kHz, e fará a saída dos pulsos pela porta paralela ou porta USB.

Por hora é isso gente. Fica o aviso: Zapper não é brinquedo, é preciso ser usado com certa cautela. Assim que tiver mais novidades posto aqui. Abaixa registro dos testes que fiz com o Zapper usando pulseira anti-estática.

Leitura da voltagem detectada a partir dos eletrodos sobre a pele:

[ 11-04-2012 ] quarta-feira
Com pulseira anti-estática no braço esquerdo, próximo ao cotovelo, e eletrodo ECG no pulso direito.
(escala: 20 V, multímetro digital)
– Inicial: 0,01
– Primeiro 7 min.: 0,20 | 10 min. depois: 0,05
– Segundo  7 min.: 0,45 | 10 min. depois: 0,07
– Terceiro 7 min.: 0,60 | 10 min. depois: 0,16

[ 12-04-2012 ] quinta-feira
Com pulseira anti-estática no braço direito, próximo ao cotovelo, e eletrodo ECG no braço esquerdo, próximo ao cotovelo.
(escala: 2.000 mV, multímetro digital)
– Inicial: -008 (negativo)
– 7 min. :  030 | 1min.  000 | 10 min. -012
– 7 min. :  030 | 1min. -003 | 10 min. -024
– 7 min. :  090 | 1min.  013 | 10 min. -021

[ 13-04-2012 ] sexta-feira
– Inicial: -002
– 7 min. :  030 | 1min. -003 | 10 min. -041
– 7 min. :  000 | 1min. -050 | 10 min. -076
– 7 min. : -008 | 1min. -070 | 10 min. -079

[ 14-04-2012 ] sábado
– Inicial:  000
– 7 min. :  090 | 1min.  033 | 10 min.  007
– 7 min. :  130 | 1min.  … | 10 min.  009
– 7 min. :  140 | 1min.  046 | 10 min.  010

[ 15-04-2012 ] domingo
– Inicial: -020
– 7 min. : -108 | 1min. -098 | 10 min. -084
– 7 min. : -150 | 1min.  … | 10 min. -135
– 7 min. :  060 | 1min. -028 | 10 min. -047

[ 16-04-2012 22h36 ] segunda-feira
– Inicial: -002
– 7 min. :  000 | 1min. -029 | 10 min. -040
– 7 min. :  080 | 1min. -020 | 10 min. -025
– 7 min. :  120 | 1min.  019 | 10 min. -033

[ 18-04-2012 22h08 ] quarta-feira
– Inicial: -002
– 7 min. :  070 | 1min.  007 | 10 min.  000
– 7 min. :  130 | 1min.  033 | 10 min.  000
– 7 min. :  150 | 1min.  016 | 10 min.  003

[ 19-04-2012 08h13 ] quinta-feira
– Inicial:  000
– 7 min. :  100 | 1min.  042 | 10 min.  009
– 7 min. :  150 | 1min.  074 | 10 min.  017
– 7 min. :  200 | 1min.  … | 10 min.  036

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

5 Respostas to “Experimentando o Zapper”

  1. Por favor amigos, me desculpem minha ignorância, mas o que é zappy, para que serve mesmo? O efeito já sei pelo comentário feito. Gostaria de conhecer melhor.

    Resposta:
    Oi Wilma

    Dê uma olhada neste vídeo:

    Abraço
    Zhannko

  2. rosa trindade said

    eu pesquisando vi o zapper brasil, http://www.zapperbrasil.com.br/loja_virtual.html ele é mais simples e tem dois caninhos para segurar….gostaria de saber sua opiniaão a respeito

    Resposta:
    Bom dia Rosa

    Não sabíamos que havia loja no Brasil. Pelo ultima informação de que dispomos a venda dos aparelhos Zapper foi proibida no Brasil pela Anvisa.
    Como desconhecemos este modelo vendido no site, que é diferente do modelo que utilizamos em nossos testes, não podemos dar opinião a respeito.
    Nos testes que realizamos, como demonstram as fotos no post, há risco de dano á pele, no local onde é colocado o sensor, portanto recomenda-se usar com muito cuidado. Já este modelo novo parece não utilizar os mesmos sensores sobre a pele, então, em tese, não deve haver risco de danos sobre a pele.

    Abs
    Piramidal.org

    • Souza said

      Encontrei um modelo mais em conta no mercado livre, colocando Zapper Hulda Clark

    • Boa Tarde. Comprei o Zapper aqui no Brasil, Tenmho utilizado na frequencia 800 hertz até 1.720 hertz. usei nas mãos e nos joelhos. Senti leve choque suportável e formigamento que ao longo de alguns segundos arrefeceu. Estou monitorando. senti melhoras no quadro da oesteoartrose e dores ciáticas. Mas vou em frente com o experimento, ja ouvi muitos comentários elogiosos dos beneficios do zapper. PIRAMIDE/NET. sempre trazendo informações edificantes. parabéns. Abraços Alvaro Reis

  3. Umberto said

    O Zapper deve ser usado uma vez ao dia
    Sua dor de cabeça e pelos parasitas que estão sendo eliminados
    Faça o teste do PH na sua saliva antes e depois do uso..
    E desenvolveu o aplicativo para celular
    Obrigado
    Abraços
    E depois está histórias de Hulda Clark morrer de câncer..E 171…Pesquise sobre Rife e verá que chegou a mesma conclusão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: