Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Cuba aplica energia piramidal nos serviços de saúde

Posted by luxcuritiba em abril 20, 2008

banner

JORNAL GRANMA – ÓRGÃO OFICIAL DO PARTIDO COMUNISTA DE CUBA.
QUARTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2001.

Os “Mistérios” da Pirâmide.
Por: Enrique Atienzar Rivero

Camagüey. – O doutor Ulises Sosa Salinas encontrou muitos céticos, quando começou a fazer a aplicação da energia piramidal com fins terapêuticos.

Algumas pessoas associavam o procedimento a práticas de controle mental. Nada mais longe da verdade.  Ele, com um trabalho paciente de pesquisas bibliográficas, de experiências internacionais e próprias, se encarregou de aclarar as incógnitas.

As barreiras da incredulidade foram rompidas. Uma demonstração em Holguín lançou por terra toda dúvida. Em meados de 1998, durante uma Jornada de Ortopedia, teve a oportunidade de garantir os efeitos curativos da técnica.

Fazia dois meses que a doutora Pura Avilés, professora com grande experiência em anestesia e companheira dele e do eminente ortopédico Rodrigo Álvarez Cambras, sofria de dor e inflamação no tubérculo de Lisfranc de sua mão direita que a impedia de realizar seus trabalhos habituais.

Álvarez Cambras ao tomar sua mão e comprimir a zona afetada percebeu nela sinais de dor.

Sosa colocou uma pirâmide de alumínio de 29 centímetros de base e lados iguais corretamente orientada ao eixo norte-sul magnético da Terra.

A doutora-paciente após cinco minutos informou sentir um comichão (parestesia), aos 10 minutos percebeu perda da sensibilidade (hipotesia) e de levitação e depois de transcorridos cinco minutos a pirâmide foi retirada, com a seguinte conclusão: ao investigar novamente, Álvarez Cambras comprovou a ausência de dor e inflamação.

Mito ou realidade?

Sosa recorda que no dia seguinte, os ortopédicos de Holguín o convidaram para permanecer uns dias depois da jornada para compartilhar um curso e criar um serviço de energia piramidal. “Foi uma experiência inesquecível!”, disse ele.

Hoje em dia importantes serviços de Medicina em Cuba aplicam esta energia piramidal.

Na década de 80 começou a haver interesse por esta novidade cientifica, se realizaram experiência com este tipo de energia e em 1990 apareceram em Cardénas, Matanzas as primeiras investigações autenticas.

O doutor Ulises Salinas elaborou um livro: Energia Piramidal Terapêutica Mito ou realidade? onde explica sua aplicação na esfera da saúde, que está baseada no restabelecimento do balanço energético da pessoa enferma mediante a ministração da energia vital conforme sua necessidade, a partir da energia magnética concentrada no centro da pirâmide.

A prática deste galeno iniciada no Centro policlínico, da cidade de Camagüey, e levada agora para a Clínica de Medicina Natural e Tradicional do Instituto Superior de Ciências Médicas Carlos J. Finlay, assegura excelentes resultados em processos de dores e inflamações do sistema osteo-miorticular (SOMA), afecções cirúrgicas como o “dedo de resorte”, a “Síndrome de Túnel Carpiano” e a “enfermidade de Querrain”.

Garante sua aplicação a enfermidades de outros sistemas como a asma, a hipertensão, e em “infecciones dolorosas e inflamatórias” não relacionadas com o SOMA, com ações analgésicas, antinflamatórias, bacteriostáticas, relaxantes e sedativos.

O especialista de Segundo Grau em Ortopedia e Traumatologia, Master em Medicina Natural e Tradicional, presidente da filial Provincial de Ortopedia do Conselho de Sociedades Cientificas em Camagüei e professor de ISCM falou finalmente: “A terapêutica piramidal veio como anel ao dedo, oferece não só um tratamento alternativo, como eleito em consultas diárias de especialistas e médicos de família, para doenças  freqüentes.”

Depois de alguns dias se espalha pelo e-mail de nossa Rede de saúde nacional:

From: Diaria
To: Multiple recipients of list.

CENTRO NACIONAL DE INFORMAÇÕES DE CIÊNCIAS MÉDICAS INFOMED. REDE TELEMÁTICA DE SAÚDE EM CUBA AO DIA: NOTICIAS DE SAÚDE.
DATA: 16 DE FEVEREIRO DE 2001.
ANO: 8 Nº 33.

NOTICIAS AMPLIADAS:

D-002 Cuba aplica energia piramidal nos serviços de saúde.

Em Cuba os mais importantes serviços de saúde aplicam a energia piramidal com fins terapêuticos, um procedimento que aproveita as potencialidades magnéticas que se concentram no centro de um triângulo de alumínio. A utilização da pirâmide permite assegurar excelentes resultados em processos de dores e inflamações do sistema osteo-mioarticular (SOMA), segundo indicou o doutror Ulises Sosa Salinas, citado no Jornal Granma, o especialista cubano de segundo grau em Ortopedia e Traumatologia agregou que aplicação desta técnica inclui afecções cirúrgicas como o “dedo de resorte”, a “Síndrome de Túnel Carpiano” e a “enfermidade de Querrain”. Também garante seus benefícios em enfermidades de outros sistemas como a asma, a hipertensão, e em “infecciones dolorosas e inflamatórias” não relacionadas com o SOMA, com ação analgésicas a, antinflamatórias, bacteriostáticas, relaxantes e sedativas.

Considerado o precursor do procedimento na ilha, o doutor Ulises Sosa Salinas utiliza para suas curas uma pirâmide de alumínio de 29 centímetros de base e lados iguais corretamente orientada para o eixo norte-sul magnético da terra. Segundo o também master em Medicina Natural e Tradicional, uma vez colocada a pirâmide sobre a pessoa ocorrem três etapas: no primeiro momento ocorre um certo comichão (parestesia), depois perda de sensibilidade e finalmente uma levitação com a ausência de dor ou inflamação. O interesse pela aplicação desta novidade científica começou em Cuba na década de 80, a partir deste momento se realizaram experiências com este tipo de energia e na província de Matanzas as primeiras investigações apareceram em 1990. Um livro elaborado pelo doutor Sosa e intitulado: Energia piramidal: mito ou realidade, explica como ocorre o restabelecimento do balanço energético da pessoa enferma mediante a ministração da energia vital segundo sua necessidade.

Fonte: La Habana,
Fevereiro 14/2001 (PL)
Seleção, edição e composição: Lic. Zulema Placé Pérez.

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: