Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Antropólogo revela provas de que a história escrita está errada

Posted by luxcuritiba em dezembro 4, 2014

piramidal.net | lojapiramidal.com

GeodetskaMapa

compartilhar

Evidências encontradas em todo o globo apontam para espécie humana altamente evoluída desde antes da Idade do Gelo, e exigem o reconhecimento científico de que nosso passado contava com sociedades de tecnologia e cultura avançadas.

O antropólogo formado em Houston, Dr. Semir Osmanagich, fundador do Parque Arqueológico Bósnio, o sítio arqueológico mais ativo no mundo, diz que há provas científicas irrefutáveis de antigas civilizações com tecnologia avançada, que não nos deixa outra opção a não ser mudar a nossa história. Um exame da idade de estruturas em todo o mundo revela conclusivamente que elas foram construídas por civilizações avançadas de mais de 29.000 anos atrás.

“Os povos antigos que construíram estas pirâmides conheciam os segredos de frequência e energia. Eles usaram esses recursos naturais para desenvolver tecnologias e empreender a construção de escalas que nunca foram testemunhadas na terra”, disse o Dr. Osmanagich. As evidências mostram claramente que as pirâmides eram máquinas de energia alinhadas com rede de energia da Terra, fornecendo energia para a cura, bem como poder.

bosnian_pyramids

Os resultados indicam claramente que civilizações avançadas semelhantes de seres humanos estavam presentes em todo o mundo naquele momento da história. Por exemplo, Gobekli Tepe localizado no leste da Turquia, é um vasto complexo de enormes círculos de pedra megalíticos com um raio de entre 10 e 20 metros, muito maior do que o conhecido Stonehenge, na Grã-Bretanha. Escavações em Gobekli Tepe, que começaram em 1995, revelaram datação por radiocarbono de pelo menos 11.600 anos. O arqueólogo alemão Klaus Schmidt do Instituto Arqueológico Alemão, em Berlim, na Alemanha, com o apoio do Instituto ArchaeoNova de Heidelberg, liderou a escavação desses círculos megalíticos pré-históricos recém-descobertos na Turquia.

Escavações da Pirâmide do Sol, na Bósnia.

Escavações da Pirâmide do Sol, na Bósnia.

“É uma história complexa das primeiros grandes comunidades assentadas, sua extensa rede e seu entendimento comum de seu mundo, talvez até as primeiras religiões organizadas e suas representações simbólicas do cosmos”, como relatado por Klaus Schmidt.

Além das estruturas megalíticas, figuras e esculturas foram descobertas, retratando animais da pré-história, como dinossauros e outras formas de vida selvagem. Uma vez que as escavações se iniciaram em 1995, quatro dos círculos foram parcialmente limpos, mas acredita-se que há um total de até 50 círculos escondidos no subsolo. Estes grandes monólitos, subindo sete metros de altura e com 25 toneladas de massa em Gobekli Tepe, estão situados no coração do que percebemos como a origem da civilização. Esta descoberta oferece uma nova orientação para a verdadeira história da terra e as civilizações antigas.

“Nosso objetivo na pesquisa arqueológica não é simplesmente descobrir todos os círculos megalíticos, mas tentar descobrir o seu propósito”, acrescentou Schmidt.

Göbekli Tepe.

Göbekli Tepe.

O Vale Bósnio das Pirâmides agora no oitavo ano de escavação, abrange seis quilômetros quadrados na Bacia do Rio Visoko, 40 km a noroeste de Sarajevo. Composto por quatro pirâmides antigas de quase três vezes o tamanho de Gizé e um extenso complexo de túneis subterrâneos, novas descobertas a cada ano continuam a revelar a prova de uma história muito diferente da humanidade na Terra. A pirâmide central do Sol sobe colossais 420 metros para o alto e tem uma massa de milhões de toneladas. Em comparação com a Grande Pirâmide de Quéops (Khufu), tem 146 metros de altura, fazendo das pirâmides bósnias as maiores e mais antigas pirâmides conhecidas no planeta. Desde que a pesquisa começou no local da Bósnia, Dr. Osmanagich tem surpreendido a comunidade científica e arqueológica, reunindo uma equipe de engenheiros interdisciplinares, físicos e pesquisadores de todo o mundo para realizar investigação aberta e transparente do sítio para tentar descobrir a verdadeira natureza e objetivo deste complexo piramidal.

Como disse Dr. Osmangich:

“É hora de abrir nossas mentes para a verdadeira natureza de nossa origem e nossa destruição mútua como uma civilização neste planeta. Nossa missão aqui é realinhar a ciência com a espiritualidade, a fim de evoluir como espécie, e isso exige um caminho claro de conhecimento compartilhado”.

http://noticias-alternativas.blogspot.com.br

Veja também:

● Perspectiva computadorizada da Pirâmide do sol ba Bósnia

● Estudiosos buscam evidência de pirâmides na Bósnia

● Göbekli Tepe

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: