Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Bóson de Higgs visto decaindo em matéria pela primeira vez

Posted by luxcuritiba em junho 24, 2014

piramidal.net | lojapiramidal.com

Bóson de Higgs visto decaindo em matéria

compartilhar

Higgs associado à matéria

Físicos que trabalham no LHC flagraram pela primeira vez a partícula de Higgs decaindo diretamente em partículas que compõem a matéria – os chamados férmions.

Até agora, a inicialmente controversa partícula tinha sido observada decaindo apenas em partículas que carreiam força – os chamados bósons.

Apesar de a descoberta da partícula ter rendido o Prêmio Nobel de Física de 2013, até agora os físicos assumiam que a partícula descoberta no LHC era “um” bóson de Higgs.

Os novos resultados ampliam a confiança em que a partícula realmente apresenta o comportamento que a teoria prevê para o Bóson de Higgs “clássico”, que deve ser o responsável por dar massa a todas as partículas.

Um porta-voz do CERN, a instituição que dirige o LHC, chamou os resultados de “a descoberta mais importante envolvendo o Higgs desde que a própria partícula foi descoberta em julho de 2012”.

Força e matéria

As partículas são classificadas em duas classes: os bósons, que transmitem forças, e os férmions, que compõem a matéria.

A partícula de Higgs tinha sido observada decaindo diretamente apenas em outros bósons, ou seja, em portadores da força eletromagnética – fótons – e portadores da força fraca (partículas Z e W).

Agora o detector de partículas CMS – um dos quatro grandes detectores do LHC – flagrou a partícula de Higgs decaindo em férmions – ou em dois léptons tau, primos mais pesados do elétron, ou em dois quarks bottom, primos musculosos dos quarks up e down, que compõem os prótons e os nêutrons.

Estes novos dados sugerem que a partícula encontrada pelo LHC é de fato o bóson de Higgs, a chave para a explicação de como todas as partículas fundamentais obtêm sua massa – sem ele, só há forças, e não há outra explicação para a “materialidade”.

http://www.inovacaotecnologica.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s