Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Oxitocina: A Molécula do Amor

Posted by luxcuritiba em maio 18, 2013

banner

14 de Maio de 2013 ]

mi_5318127001293143

A oxitocina é responsável pela sensação de prazer quando a mãe tem o seu bebê. Vários especialistas a denominam hormônio do amor. A concentração de ocitocina aumenta 40% depois do orgasmo.

Cada vez mais, a hipnose vem vencendo o estigma de “farsa” (recebido, em parte, pela popularização dos impróprios “shows de hipnose”) e ganhando a aceitação e credibilidade da ciência, principalmente da neurociência (tendo recebido o apoio, por exemplo, de Michael Posner, um influente neurocientista).

Porém, justamente pelo fato de a hipnose ter sido “revivida” há pouco tempo, ainda não conhecemos muito sobre esse fenômeno. Uma coisa que durante muito tempo se pensou ser verdade (mas, talvez não seja) é que o indivíduo sob efeito hipnótico, realiza apenas comportamentos que ele próprio, em condições normais, julgaria adequado realizar. Em suma, uma pessoa hipnotizada jamais realizaria qualquer sugestão do hipnólogo que fosse contra seus princípios morais.

Ao mesmo tempo, sabe-se – devido a um grande número de investigações – que o neurohormônio oxitocina tem a propriedade de aumentar a confiança nos demais a sua volta, tornando as pessoas mais generosas e crédulas.

Pois bem…

Um elegante e original estudo publicado há poucos dias na PLoS ONE, quis identificar se, ao receber uma dosagem extra de oxitocina, os indivíduos seriam mais facilmente persuadidos pelas sugestões hipnóticas, inclusive para realizar comportamentos moralmente condenáveis (como “xingar”).

Para isso, os pesquisadores convocaram 24 sujeitos que estavam há pelo menos 2 horas sem ingerir nenhuma bebida alcoólica, nem café, ou comida. A uma parte do grupo (n = 15) foi administrada a dose de 24IU de Oxitocina através de spray intranasal, enquanto que a outra parte do grupo recebeu placebo.

Após cinco minutos, cada um deles era encaminhado para a sessão individual de hipnose, conduzida por um profissional capacitado para tal.

A sessão respeitou um protocolo rígido, pré-definido e aplicado na mesma sequencia a todos os sujeitos. Após o indivíduo entrar em estado hipnótico, o hipnólogo iria fazer três sugestões, descritas na sequência: “Descreva o que você fez no último final de semana, enquanto sente uma grande vontade de xingar“; “Ouça essa música de fundo (começava a tocar uma música) e comece a sentir vontade de cantá-la o mais alto que puder“; “Sinta uma enorme vontade de levantar da cadeira e começar a dançar freneticamente“. Após essas três sugestões, e o registro da resposta de cada participante, a hipnose terminava e o sujeito era liberado.

Eles puderam perceber uma diferença realmente muito grande entre os grupos, na resposta comportamental dos indivíduos durante a hipnose.

Aqueles que receberam a oxitocina, tinham uma propensão significativamente maior a xingar e xingar mais em resposta à primeira sugestão; assim como também apresentavam uma maior propensão a obedecer a última sugestão, e dançar. Na sugestão de “cantar alto”, também houve uma diferença, mas não foi tão significativa.

Este resultado sugere que a oxitocina, basicamente, aumentou a confiança no hipnólogo, o que fez com que aumentasse a sensibilidade à sugestão hipnótica. Este é um resultado interessante, pois mostra que a oxitocina – que está envolvida com uma série de fenômenos, como “amor”, “empatia”, “julgamento moral”, “generosidade”, “confiança”… – também tem um papel na persuasão social, provando ser mesmo uma molécula multifuncional.

As implicações disso são incríveis no sentido de compreender o comportamento humano. Mas sua repercussão prática pode ser maravilhosa, ou terrível. Será, com certeza, um caso para a ética analisar com cuidado.

oxitocina-cerebro-moral-20120625-original

Referência:

BRYANT, R. HUNG, L. Oxytocin enhances social persuasion during hypnosis. PLoS ONE, vol. 8, n° 4, 2013.

Referência complementar:

ZAK, P. A Molécula da Moralidade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

Fontes:
http://portalneurociencias.com/?p=826
http://pt.wikipedia.org/wiki/Oxitocina
http://julioadv.blogspot.com.br/2012/12/oxitocina-fortalece-relacao-entre-pais.html

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

3 Respostas to “Oxitocina: A Molécula do Amor”

  1. O que mais faz esses hormonios e quimicas agirem melhor em todos os nossos sistemas em geral pode ter certeza que é tudo aquilo que nos ingerimos a alimentação é tudo em nossas vidas sem elas corretamente não vai ter o equilibrio perfeito em todos os aspectos de nossas vidas tem até um dizer assim que diz que a comida tem matado mais seres humanos do que a espada e oxitocina é proveniente de uma boa alimentação certa e esse equilibrio vai estar perfeito em todos os sentidos de nossa vida e o prazer vai fluir naturalmente sem problemas até mesmo mental ou psicologico fisiologico e biologico.

  2. lauany said

    Oiiii bomm diiiiiaaa…. adoreiiii o txt, tava precisando pro meu trabalhooo…. me adicione no facee….kkkk Lauany Mitoso…bjss!!!!

  3. Xanax said

    Simply want to say your article is as astonishing.

    The clearness in your post is simply excellent and i can assume you are an expert on this
    subject. Well with your permission let me to grab your RSS feed to keep updated with forthcoming post.
    Thanks a million and please keep up the enjoyable work.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: