Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

Neurocientista de Harvard vai ao “Paraíso”

Posted by luxcuritiba em janeiro 21, 2013

banner

Autor: Hugo Lapa (hugolapa.wordpress.com)

ImagemAlgumas raras experiências de EQM (Experiência de Quase Morte) se passam em estado de coma, após algum acidente, trauma ou doença. O coma é um estado de inconsciência total ou parcial onde uma pessoa experimenta uma atividade cerebral mínima, geralmente causada por alguma lesão cerebral. O indivíduo pode ficar dias, meses ou mesmo anos inconsciente e como que “adormecido” num leito sem qualquer movimento físico.

Para aqueles que creem no plano espiritual e na saída do corpo imaterial após a inconsciência da mente objetiva, não é difícil imaginar que as pessoas em coma possam viajar por regiões etéricas e astrais, invisíveis aos olhos humanos, com seu corpo espiritual. A maioria das pessoas não tem qualquer recordação daquilo que lhes ocorre durante o estado comatoso, mas há um pequeno percentual de indivíduos que relatam experiências fantásticas de reinos espirituais desconhecidos.

Este foi o caso do professor e doutor da Universidade de Harvard Eben Alexander. O professor de Harvard chegou até a ser capa da prestigiada Revista Newsweek. Eben escreveu um livro contando a sua experiência; o livro se chama “Proof of Heaven” (Prova do Céu). Em linhas gerais, Eben esteve sete dias em coma, e sentiu que esteve no que ele mesmo chamou de “paraíso”. Além de ser professor da maior universidade do mundo, Eben é um neurocientista muito experiente e muito respeitado no meio acadêmico mundial, e por esse motivo, sua experiência chamou a atenção de cientistas e da imprensa em geral.

Antes de ter a EQM durante o coma, o professor de Harvard era completamente cético quanto a realidade espiritual. Em seu relato, Eben conta que esteve durante sete dias naquilo que só poderia ser chamado de “paraíso”. Esteve também junto com um ser feminino; um ser que, nas palavras de Eben: “Se ela te olhasse daquele jeito por 5 segundos, com aqueles olhos luminosos, sua vida inteira até aquele momento já teria valido a pena. As cores de tudo à sua volta tinham um aspecto ‘avassalador e super vívido’.” O professor disse que “estava em cima de nuvens rosadas que contrastavam com um céu azul escuro. Acima dele, seres transparentes (nem anjos, nem pássaros, uma forma superior, segundo ele) cruzavam o céu”. Ele sentia como se estivesse naquele lugar há muito tempo e não tinha nenhuma memória de sua vida aqui na Terra.

A experiência de Eben parece ter sido tão forte, que o professor perdeu a memória de sua vida na Terra. Enquanto estava nesta suposta “região celeste”, ele não tinha mais uma identidade humana, e tampouco se recordava da vida na Terra. Num certo momento, o ser espiritual que o acompanhava disse: “Iremos mostrar muita coisa pra você aqui. Mas eventualmente você vai voltar”. Eben ficou confuso e perguntou “Para onde?”. Com essa pergunta, fica claro que Eben, de fato, havia perdido sua memória terrestre, de tão mergulhado que estava nesta esfera paradisíaca.

O espírito de luz feminino que estava com ele disse três frases que encerram uma grande sabedoria, e que tocaram Eben profundamente. Por telepatia, irradiando estas ideias, ela disse: “Você é amado e querido para sempre”, “Você não tem nada para temer” e “Não tem nada que você pode fazer de errado”. A primeira frase fala, obviamente, do amor universal que permeia todo o universo, e que todos os seres vivem eternamente numa realidade de amor divino e incondicional, independente da condição material em que estejam encerrados. A segunda frase fala a respeito da confiança que devemos ter na harmonia universal: todos os seres vivem uma ordem cósmica inquebrantável de evolução, e quanto ao nosso destino, nada há o que temer, pois somos filhos do universo, e temos nosso lugar garantido na eternidade. A terceira frase descreve como nossos erros mais profundos, por mais devastadores que sejam em seus efeitos, sempre criam uma fonte viva de ensinamentos e bençãos, tal é a lei natural da vida.

Algumas pessoas podem descartar o relato de Eben e coloca-lo no terreno da fantasia e do subjetivo. O fato é que Eben é um dos neurocientistas mais prestigiados do mundo e até então (antes desta experiência) possuía uma forte inclinação ao ceticismo e ao ateísmo. – difícil imaginar um cientista de tanto valor acadêmico e de orientação essencialmente cética se deixar levar tão facilmente por um capricho de sua imaginação.

Em suas próprias palavras, esta EQM em estado comatoso foi uma experiência muito mais real do que a realidade que acreditamos viver neste mundo. Por outro lado, numa recente entrevista, Eben mostrou a tomografia tirada da sua condição cerebral durante o coma. De acordo com os exames e nas próprias palavras de um dos maiores neurocientistas do mundo, seu cérebro estava desligado, sem nenhuma atividade. Logo, não poderia jamais criar imagens, ainda mais cenas tão vívidas e claras como a que ele experimentou.

Hugo Lapa
Terapeuta de Vidas Passadas
BLOG: http://hugolapa.wordpress.com
FACEBOOK: http://www.facebook.com/hugo.lapa.7
CANAL DO YOUTUBE: Espírito em Evolução
Adquira gratuitamente meu livro: Tratado de Terapia de Vidas Passadas (658 páginas).

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

3 Respostas to “Neurocientista de Harvard vai ao “Paraíso””

  1. Alfredo said

    Gosto destas narrativas. Já tive experiências semelhantes e tenho certeza absoluta da existência do mundo espiritual. O mais gratificante em vida é saber que existe vida após a morte e que nós voltamos vezes e vezes para o corpo material. Ter esta esperiência em vida sem experiência quase morte é muito melhor. Gostaria que todos pudessem ter, o homem mudaria totalmente sua forma de pensar e estaríamos muito mais avançados e sem estas barbaries que existem.

  2. Myrtle N. Gallegos said

    Outro nome de destaque na área, e que foi um dos primeiros divulgadores da TVP no mundo, é o também americano Brian Weiss , psiquiatra, diretor emérito do Mount Sinai Hospital, em Miami, foi professor de medicina em várias universidades americanas; a 25 anos era cético e descrente em qualquer tipo de existência espiritual do ser humano, como ele mesmo já declarou e findou tendo uma experiência, relatada no livro “Muitas vidas, muitos mestres”, com uma paciente ,que submetida à hipnose, involuntariamente findou regredindo à uma existência a 4000 anos, onde haviam iniciados os sintomas que a levaram ao tratamento. após essa experiência suas crenças mudaram e ele passou a trabalhar exclusivamente com a TVP.

  3. fabio cesar said

    bem… se o cerebro dele estivesse 100% desligado e sua conciencia 100% cessada ele fez a descoberta “concreta” do séc.21 acabando com qualquer tipo de ateismo e ceticismo!! ou ele pode estar mentindo e querendo um pouco de midia!! bem espero que ele esteja falando a verdae!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: