Piramidal.net

Tudo o que você sempre quis saber sobre pirâmides.

  • Pirâmide de cobre C130

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de alumínio A150

    Pirâmide de alumínio A150

  • Pirâmide de cobre C150

    Pirâmide de cobre C150

  • Pirâmide de alumínio A130

    Pirâmide de alumínio A130

  • Incenso japones aroma orvalho

    Incenso japones aroma orvalho

  • Incenso japones aroma jasmim

    Incenso japones aroma jasmim

  • Pirâmide de latão fechada

    Pirâmide de latão fechada

  • Fórum sobre jejum, alimentação prânica (viver de luz) e temas relacionados

As erupções solares podem destruir a Terra?

Posted by luxcuritiba em maio 25, 2013

24.05.2013 ]

sol 1Há uma necessidade legítima de proteger a Terra das formas mais intensas do clima espacial, por exemplo, das grandes explosões de energia eletromagnética e de partículas geradas pelas tempestades solares e pelas ejeções de massa coronal.

Mas documentários recentes, apresentados nos canais de TV a cabo, transmitiram a ideia de que uma gigantesca “explosão solar apocalíptica” poderia literalmente torrar a Terra.

Para desmistificar essas ideias – isso não é realmente possível – a NASA divulgou um comunicado, mostrando o que é fato e o que é ficção sobre as erupções solares.

Impactos do Sol sobre a Terra

A atividade solar está mesmo aumentando, rumo ao que é conhecido como máximo solar, algo que ocorre aproximadamente a cada 11 anos.

No entanto, esse mesmo ciclo solar tem ocorrido ao longo de milhões de anos, de forma que qualquer pessoa com idade superior a 11 anos já sobreviveu a um máximo solar, saindo sem ferimentos. E o atual máximo solar é um dos mais suaves que se tem notícia.

Isso não quer dizer que o clima espacial não possa afetar nosso planeta.

O calor explosivo de uma labareda solar não pode fazer todo o trajeto até a Terra, mas a radiação eletromagnética e as partículas energéticas geradas por esses eventos certamente podem.

As erupções solares podem alterar temporariamente a alta atmosfera, criando rupturas na transmissão de sinais, digamos, de um satélite de GPS, causando erros nos dados.

Outro fenômeno produzido pelo Sol pode ser ainda mais perturbador.

Conhecido como ejeção de massa coronal (CME na sigla em inglês: Coronal Mass Ejection) estas explosões solares liberam rajadas de partículas eletromagnéticas que chegam até a atmosfera da Terra.

Essas flutuações podem induzir flutuações elétricas ao nível do solo que poderiam até mesmo explodir transformadores nas redes de energia. As partículas de uma ejeção de massa coronal também podem colidir com os componentes eletrônicos de satélites artificiais, interrompendo suas transmissões ou mesmo danificando circuitos de forma permanente.

Clima espacial

sol 2Em uma sociedade cada vez mais tecnológica, onde quase todo o mundo depende dos celulares e o GPS não controla apenas o sistema de mapas nos carros, mas também a navegação dos aviões e os relógios extremamente precisos que governam as transações financeiras, o clima espacial de fato se tornou um assunto sério.

Mas é um problema da mesma forma que os furacões são um problema, diz a nota da NASA.

É possível se proteger deles com uma informação prévia e as devidas precauções. Durante um alerta de furacão, uma pessoa pode não fazer nada e ficar sujeita a ele – ou pode selar a casa, desligar a eletricidade e tomar outras providências para minimizar os danos, sem correr o risco de se ferir.

Da mesma forma, os cientistas agora já dispõem de sondas espaciais que monitoram o Sol continuamente, podendo dar alertas com vários dias de antecedência – as perigosas partículas das ejeções de massa coronal levam entre dois e quatro dias para nos atingir, dependendo de sua energia.

Um caso realístico de funcionamento desse sistema pôde ser visto recentemente, quando ocorreram as erupções solares mais fortes do ano. Os mais preocupados podem acompanhar ao Sol ao vivo pelo celular.

O Brasil também já se precaveu, e recentemente o INPE lançou um serviço de previsão do clima espacial.

Assim, nossa tecnologia eletroeletrônica está vulneráveis às intempéries solares, mas também estamos mais alertas.

O importante a saber, destaca a NASA, é que, mesmo no pior caso de erupção solar, as chamas do Sol não são capazes de destruir fisicamente a Terra, e nem mesmo de torrá-la.

http://www.inovacaotecnologica.com.br

log_pir_47

.

Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

2 Respostas to “As erupções solares podem destruir a Terra?”

  1. Todos nos criaturas e outros seres estamos num Universo infinito e eterno e não adianta falar isso e aquilo porque estamos vulneraveis e em um grande movimento em todo o Universo e tudo pode acontecer a qualquer momento como sempre aconteceu então não adianta falar isso e aquilo porque já passamos por milhões de transformação em todos os niveis e quem somos nós pra deter algumas anomalias que possa ocorrer e então é só esperar por dias melhores e ver até aonde chegaremos mas que vai ter muitas transformação em nosso planeta isso não tem como esconder não só aqui como todo o Universo está em movimento.

  2. Alvacir Alexandre Da Silva said

    Quando houve essas transformações atmosfericas em nosso planeta para ter equilibrio e vidas tudo era puro e não existia tudo o que vemos hoje e dia em nome da exploração e do interesce muitas criaturas nascendo onde não deve animais para abate aos milhares tudo isso poluindo e trazendo peso em nosso planeta a poluição em todos os niveis na parte da materia grossa media e fina e tudo que falavam antigamente em ficção se tornou realidade é só esperar e ver até aonde vamos com tudo isso a natureza e o tempo falara por nos é só esperar e ver o que pode acontecer o queremos é um planeta em perfeita harmonia para que tenhamos uma vida saudavel em paz e felizes e com fartura o trio que é uno saúdefartura e felicidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: